sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

CONHEÇA A CIDADE DE GRAVATÁ E OS ATRATIVOS QUE ELA OFERECE

Cidade serrana, clima agradável, pessoas excepcionais, gastronomia rica e simplesmente deliciosa, culturas e tradições que encantam aos que descobrem as belezas de um município chamado Gravatá “a cidade de gente feliz”. Distante 85 km da capital pernambucana, Gravatá se destaca entre as demais cidades do agreste e motivos não faltam para tal destaque, o clima já dito antes, arquitetura em estilo europeu, o que por sinal dá um charme a mais à cidade, e o povo, maior protagonista da terra abençoada pelo Cristo, que no Alto do Cruzeiro abençoa os gravataenses.
A cidade mais que turística mostra que são merecidos os méritos em ser uma das que mais se destaca no interior pernambucano. Com uma rede hoteleira invejável, Gravatá conta com mais de 2.000 leitos, de requintados aos rústicos, além dos privês, pousadas, chalés e chácaras espalhados pela cidade.

Arquitetura rica, Gravatá abriga casarios, igrejas como a da Matriz de Santana, capelas seculares que mostram imponência diante de tanta beleza, tudo isso sem esquecer os palácios.

A cuinária de Gravatá é um dos muitos fatores que se destacam na cidade, por ser uma das melhores de Pernambuco, atendendo todos os gostos e todos os públicos, variando da típica comida regional como a buchada, até a internacional como, por exemplo, o famoso fondue. São mais de cem estabelecimentos entre restaurantes, lanchonetes, pizzarias, churrascarias entre outros que oferecem gastronomia diversificada.

Gravatá também é diversão, com inúmeros pontos turísticos, os turistas se deliciam com as belezas da terrinha. No alto da cidade encontra-se o mirante do Cruzeiro, a estátua do Cristo Redentor, a Cruz que deu origem ao nome do morro e a capela Cristo Rei.
A Estação do Artesão, antiga estação ferroviária, e a Rua Duarte Coelho, conhecida como Pólo Moveleiro, são referências em artesanato local, a exemplo dos brinquedos educativos, artigos feitos em talhas, cerâmica utilitária, bronze, couro e cipó, móveis de madeira e vime e a bonequinha da sorte, feita de pano e que integra o Comércio Solidário.Gravatá dispõe também de belos cenários naturais.

Por entre as serras que compõem a geografia do município, 14 túneis e cinco pontes ferroviárias de arquitetura inglesa, construídos no século XVIII, constituem ricos e belos patrimônios arquitetônicos de Pernambuco. Isso tudo é um pouco de Gravatá, cidade de gente feliz.

Fotos: Ednaldo Lourenço

Fonte: PMG

Informações da Redação: Central de Notícias de Gravatá
Para: www.blogdomatuto.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário